Faltam

Dia(s)

:

Hora(s)

:

Minuto(s)

:

Segundo(s)

Público do evento

Formadores de opinião, autoridades, executivos de empresas do setor e produtores rurais.

participantes

jornalistas de todo país

pessoas acompanhando o evento pela internet

Tema 2019

Agro: Momento Decisivo

O evento

O principal desafio macroeconômico do Brasil hoje está na urgente necessidade de estancar o dramático quadro deficitário das contas públicas.

O primeiro e crucial passo é o da reforma da Previdência Social, seguida pela reformulação tributária, com simplificação, unificação e redução do número de impostos.

A firmeza com que essas decisões serão conduzidas estabelecerá novas bases para os investidores avaliarem o risco do país. Da mesma forma, a macroeconomia encontrará um ponto de retomada consistente para o crescimento, com condições para desenhar melhor o modelo agrícola mais adequado para o país.

O caminho do agro brasileiro também depende, em grande parte, da velocidade das reformas estruturantes a serem feitas pelogoverno.

No Congresso deste ano, a ABAG e a B3 promovem uma ampla discussão sobre as nossas fragilidades, como o Custo Brasil, com as suas deficiências na infraestrutura e logística, e a necessidade de mecanismos financeiros eficientes.

Quais as consequências disso tudo para a economia brasileira e a produção de alimentos e de biocombustíveis?

Palestra Inaugural: Isolar-se não é a solução

A conjunção de diversas variáveis ratifica a expectativa da continuidade do processo de demanda firme por alimentos e produtos agropecuários nas próximas décadas.

O crescimento da população e a urbanização mundial, o aumento da renda em países de destacada dependência da importação de alimentos e o incentivo à produção e ao consumo de biocombustíveis pressionarão a demanda por produtos agrícolas.

Na geopolítica global, há o reconhecimento do papel relevante do Brasil como plataforma supridora de bens agropecuários. Com isso, recai também sobre o país a sua contribuição nas questões ligadas ao meio ambiente e à sustentabilidade do planeta.

As negociações internacionais, sejam bilaterais ou multilaterais, exigem posições flexíveis e visão estratégica e de longo prazo. Isolar-se não é a solução, mas um risco para a competitividade.

Painel 1: Redução do Custo Brasil

O desenvolvimento econômico ocorrido no agro transformou a sua organização espacial, em termos de transporte, armazenamento e de comunicação.

As propriedades ocupam novos territórios e fazem uso de novas tecnologias. Para minimizar custos, os fornecedores de insumos e máquinas, armazenadores e indústrias de processamento se aproximam das áreas de produção.

As cadeias produtivas necessitam da mobilização do poder estatal e da iniciativa privada para desenvolver sistemas de transporte, tanto para suprir como para escoar a produção.

Na estratégia da competitividade, a logística é vista como elemento-chave, em especial nas operações de exportação. Sem acompanhar o ritmo de crescimento do agro, essa área significa um gargalo crônico para a atividade produtiva.

Painel 2: Mecanismos Financeiros

Os mercados financeiros e de capitais são fontes potenciais para liquidez e desenvolvimento das atividades econômicas do agro.

Esse processo vai desde a fabricação de suprimentos e insumos, da formação e produção nas unidades agropecuárias até o processamento, acondicionamento, armazenamento, distribuição e consumo dos produtos in natura ou industrializados.

O ambiente econômico corrente com taxas mais baixas de juros e de abre espaço para operações como os contratos futuros de preços e de títulos (Cédula de Produto Rural, Certificado de Direitos Creditórios do Agronegócio, Letra de Crédito do Agronegócio e Certificado de Recebíveis do Agronegócio).

Painel 3: Pilares para o futuro do Agro

O moderno agro brasileiro resultou da capacidade empreendedora dos produtores, da excelência das universidades rurais e das políticas públicas bem executadas. Uma história rara de sucesso e cooperação produtiva entre o Estado e o setor privado. Essa lição deve ser tomada como exemplo e repetida. O Brasil detém a maior reserva mundial de terras agricultáveis.

Mesmo com as políticas protecionistas praticadas por muitos países, a realidade dos fatos é mais contundente.
Devemos ter o olhar estratégico para atrair investimentos, desenvolver políticas públicas adequadas e ordenar o ambiente institucional para a expansão dos negócios.

Uma rede sofisticada desenvolve-se em torno da produção nacional de alimentos, fibras e energia renovável, em termos de tecnologia, indústria e serviços. O novo agro envolve avanços digitais e robóticos.

Com competência, poderemos, ao mesmo tempo, prolongar a manutenção do crescimento e a revolução produtiva do agronegócio.

Programação

05 de agosto de 2019

Inscrições

inscrições em breve

Informações

Local do Evento

Congresso Brasileiro do Agronegócio
Sheraton São Paulo WTC Hotel
Auditório – Piso C
Av. das Nações Unidas, 12.559
São Paulo – SP

Data

5 de Agosto de 2019

Realização

ABAG – Associação Brasileira do Agronegócio
B3 – Brasil Bolsa Balcão

Organização

Wenter Eventos 
Tel. (55 11) 3854-8060
email: cba@wenter.com.br

Imprensa

Informações para Imprensa contatar:

Mecânica de Comunicação
Tel. (55 11) 3259-6688
e-mail: lazaro@meccanica.com.br

Transmissão Ao Vivo

Para assitir gratuitamente o congresso via internet

Patrocinar

Seja um patrocinador do CBA e tenha a oportunidade de se relacionar com profissionais, especialistas e autoridades do agronegócio. Um espaço importante para a divulgação da sua empresa no maior evento do agronegócio nacional.

Informações sobre Patrocínios

MCI BRAZIL – São Paulo
Tel. (55 11) 3515-8703
Cel. (55 11) 97371-6635 / 97077-6633
guilherme.becker@mci-group.com

Patrocinadores 2018

Patrocínio Master

Patrocínio

Apoio

Apoio de midia